top of page

Balsamo de Copaíba

Atualizado: 7 de jul. de 2021

A origem do nome copaíba parece vir do tupi cupa-yba, a árvore de depósito, ou que tem jazida, em alusão clara ao óleo que guarda em seu interior.



Um verdadeiro bálsamo da floresta, é muito utilizado para a produção de cosméticos naturais, porém o seu uso principal é como medicina fitoterápica, devido ao seu alto poder curativo. Suas propriedades medicinais se devem a sua ação antibiótica, anti-inflamatória, antisséptica e cicatrizante.


Copaifera langsdorffii, popularmente conhecida como Copaíba, Copaibeira e Pau de Óleo, é a árvore da qual é extraído o Óleo da Copaíba. Retirado do tronco,  é o principal produto da Copaíba devido as suas propriedades medicinais, que foram comprovadas e registradas no Food and Drug Administration dos EUA em 1972. Um verdadeiro bálsamo da floresta, é muito utilizado para a produção de cosméticos naturais, porém o seu uso principal é como medicina fitoterápica, devido ao seu alto poder curativo. Suas propriedades medicinais se devem a sua ação antibiótica, anti-inflamatória, antisséptica e cicatrizante. Também pode ser utilizado como combustível para motores e para a fabricação de tintas e vernizes. O Óleo de Copaíba é um produto resinoso que apresenta diversas aplicações e benefícios para o organismo, principalmente para o sistema digestivo, intestinal, urinário, imunológico e respiratório. Possui uma potente ação germicida e cicatrizante; sendo super indicado para tratar problemas relacionados  com as vias urinárias e respiratórias, devido à sua ação diurética e antisséptica, atuando nas vias urinárias  no tratamento da incontinência urinária e cistite. É um potente antisséptico e expectorante para as vias respiratórias, indicado para o tratamento de problemas pulmonares, tosse e bronquite; cicatrização e desinfecção de feridas; tratamento de problemas de pele como psoríase, acnes, dermatoses, eczemas e urticárias; e problemas no couro cabeludo. Este óleo quando ingerido atua no organismo restabelecendo as funções normais das membranas e mucosas, modificando as secreções e facilitando a cicatrização. Age diretamente no estômago, nas vias respiratórias e urinárias. Sua aplicação tópica possui uma forte ação germicida, cicatrizante e emoliente, suavizando e amaciando a pele, favorecendo assim a rápida recuperação dos tecidos.

  • Uso Oral: Para que o organismo se acostume, na primeira semana da ingestão do óleo tome uma gota ao dia após o café da manhã. Na segunda semana tome duas gotas; uma após o café e outra após o almoço. Na terceira semana ingerir três gotas; uma após o café, outra após o almoço e a última após o jantar. Na quarta semana inicia-se a dose normal, que é de duas gotas três vezes ao dia. No fim da quarta semana interromper o uso por um mês. 


  • Uso Tópico: Colocar de duas a três gotas sobre a área da pele afetada três vezes ao dia. Em caso de reumatismos, artrites e dores musculares, aplicar algumas gotas sobre a área e massagear três vezes ao dia.


  • Fortalecimento e Rejuvenescimento Capilar: Aplicar de três a quatro gotas do óleo diretamente sobre o cabelo, massageando o couro cabeludo por cerca de cinco minutos após o banho diariamente, por no mínimo duas semanas. 

Contra-Indicações: Gestação e Lactação. Não aplicar nos olhos. Não apresenta efeitos colaterais nas doses terapêuticas recomendadas. Em caso de hipersensibilidade ao produto descontinuar o uso. A superdosagem pode provocar vômitos, náuseas e diarreia.

151 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page